A vida é um espaço de tempo pra se perder. Vou me sentir ganhando se eu perder meu tempo com você.
Projota  (via autografia)

(via autografia)

Me deu saudade de você. Me deu vontade de surpreender. De fugir, pra ir te ver. Ficar contigo, se perder. Como é difícil entender, eu sinto falta sem ao menos conhecer. Talvez seja natural, Você pode ter sido feita pra mim. Embora não seja normal, Meu coração esta dizendo sim. Então pra variar, me deixo levar. Penso nos seus braços me abraçando, sua pele me tocando, sua boca a me beijar. Já me imagino seu homem. Te vejo linda e contente, lhe dou o meu sobrenome, me entrego como um presente. E então ao chegar, o nosso cheiro estará no ar. Anunciando a hora de concretizar, tudo que foi planejado desde o primeiro encontro marcado.
Saulo Fernandes - Encontro Marcado. (via resigno)

(via resigno)

Amor não é trocar favores, é se doar sem almejar nada em troca. Amor não prende, liberta. Amor não sufoca, alivia. Amor machuca, mas também ensina. Amor é tempestade, e logo depois a calmaria. Amor é ódio, ódio é amor. Amor arranca lágrimas, mas ainda mais sorrisos. Amor tem espinhos, que protege uma linda flor. Amor é amor sem esperar ser amor. Amor é o fogo que arde sem doer. Amor é o que sopra o vento pra longe, o mesmo vento que trás paz. Que traz sossego, que traz a sua companheira número um chamada: esperança. Amor é a esperança de que o mundo não é um lugar tão terrível quanto mostrado nas manchetes do jornal das oito. Amor é a esperança de que ainda existe esperança em acreditar que o mundo pode e será um lugar melhor pra se viver. Amor é esperança, esperança de que só o amor é capaz de salvar o que já anda perdido à séculos. Amor é a esperança de que ainda existe amor.
Sobre o amor. Cleber Oliveira. (via autografia)

(via autografia)

Grande parte das nossas frustrações acontecem quando a gente espera que o outro tenha as mesmas atitudes que nós teríamos em determinada situação. Mas o outro é somente o outro. Ninguém é igual a ninguém. E nunca será. E pra nos ajudar a sair do fundo do poço, porão ou subsolo… só a gente mesmo. O outro, por mais que te ame e queira teu bem, não pode fazer isso por ti. Nem que ele quisesse.
Clarissa Corrêa. (via autografia)

(via autografia)

Não gosto quando alguém diz que tenho que fazer isso ou aquilo. Eu sei o que precisa ser feito, eu tenho o domínio da minha vida, eu sei o que aceito e o que não me desce pela garganta de forma alguma. Eu, eu, eu. Isso mesmo. De vez em quando a gente precisa se posicionar, encarar os fatos de frente e fazer um raio-x criterioso do que se passa lá dentro. É que ninguém enxerga o nosso avesso.
Clarissa Corrêa.   (via manuscrituras)

(via destrutivas)

Esse negócio de “eu só me arrependo do que eu não fiz” nunca me emocionou. Arrependa-se de algumas coisas que você fez também. É bonito saber que nem todas as suas decisões foram acertadas. É lindo saber que no meio de tudo o que você julgava perfeito ainda cabia uma parcela considerável de erro. O que você não fez, faça e erre. O que você fez errado, refaça e tente acertar dessa vez. Mas não me venha mais com esse heroísmo de só se arrepender do que não fez: isso é covardia velada.
Eu me chamo Antônio.  (via autografia)

(via autografia)

Ouviu, menina? Nessa vida você tem sorte, tem muito amor ao seu redor. Você não consegue ver? Cultiva, sua boba. Cultiva e colhe flores bonitas. Perfumadas… Cultiva!
Tati Bernardi. (via autografia)

(via autografia)

Mais um pra lista de livros que amo ♥♥♥ #sussurro #ótimo #leiam